CARREGANDO

Escreva para pesquisar

Austrália divulga roteiro de finanças sustentáveis ​​com divulgações financeiras obrigatórias relacionadas ao clima e rótulos de investimento sustentável

Austrália divulga roteiro de finanças sustentáveis ​​com divulgações financeiras obrigatórias relacionadas ao clima e rótulos de investimento sustentável

Divulgações financeiras obrigatórias relacionadas ao clima
Ouça esta história:

Sumário executivo:

O governo da Austrália está a liderar grandes reformas financeiras sustentáveis ​​para a transição para uma economia líquida zero. Estas iniciativas incluem divulgações financeiras obrigatórias relacionadas com o clima, o desenvolvimento de uma taxonomia financeira sustentável e rótulos de produtos de investimento. O Governo albanês pretende mobilizar capital privado, modernizar os mercados financeiros e garantir transparência e confiança aos investidores e empresas.

Principais pontos de impacto:

  • Divulgações climáticas obrigatórias: Legislação perante o Parlamento sobre requisitos de divulgação financeira relacionados com o clima para grandes empresas, a partir de janeiro de 2025.
  • Taxonomia Financeira Sustentável: Desenvolver um quadro para apoiar a mobilização de capital privado para atividades sustentáveis.
  • Etiquetas de produtos de investimento: Estabelecer rótulos consistentes para produtos de investimento comercializados como sustentáveis.

"Construir uma economia líquida zero que proporcione prosperidade e segurança é uma oportunidade decisiva para o nosso país e para a nossa economia,” afirmou o tesoureiro Jim Chalmers. “Queremos ajudar as empresas, os investidores e a comunidade em geral a aproveitar ao máximo a transformação energética e líquida zero."

Divulgações financeiras obrigatórias relacionadas ao clima

O governo está a pressionar por requisitos obrigatórios de divulgação financeira relacionados com o clima para grandes empresas e instituições financeiras. “Estas divulgações proporcionarão aos investidores maior transparência e informações mais comparáveis ​​sobre as exposições das entidades aos riscos e oportunidades financeiras relacionadas com o clima.”, observou Chalmers. Os requisitos de relatórios estão definidos para começar em 1º de janeiro de 2025, dependendo da aprovação legislativa.

O Australian Accounting Standards Board (AASB) pretende finalizar os padrões de divulgação climática até agosto de 2024, enquanto o Australian Auditing and Assurance Board (AUASB) desenvolverá padrões de garantia. A ASIC orientará a conformidade do mercado e considerará o impacto nas obrigações de relatórios existentes.

Desenvolvimento de Taxonomia Financeira Sustentável

Em parceria com o Australian Sustainable Finance Institute (ASFI), o governo está a desenvolver uma taxonomia financeira sustentável para mobilizar capital privado para atividades sustentáveis. Esta taxonomia incluirá critérios para seis sectores prioritários e princípios de “não causar danos significativos”. “A taxonomia fornecerá uma importante fonte de orientação e consistência para empresas, investidores e reguladores,“, disse Chalmers.

A taxonomia inicial estará disponível para utilização voluntária até ao final de 2024, abrangendo atividades verdes e de transição em setores como a energia, a indústria e a agricultura.

Regime de Rotulagem de Produtos de Investimento Para abordar a complexidade do panorama financeiro sustentável, o governo está a estabelecer rótulos consistentes e requisitos de divulgação para produtos de investimento sustentáveis. O Tesouro irá desenvolver este novo regime, com consulta pública prevista para o início de 2025. A meta de implementação é 2027.

Integração de Objectivos Relacionados com a Natureza

O governo reconhece a importância dos riscos e oportunidades financeiras relacionadas com a natureza. “Estamos incentivando divulgações financeiras relacionadas à natureza e desenvolvendo ferramentas para apoiar a adesão voluntária por parte das empresas,” Chalmers enfatizou. O orçamento de 2024-25 alocou 4.1 milhões de dólares para esta iniciativa, com a ASIC a monitorizar os desenvolvimentos regulamentares.

Apoiando o planejamento de transição confiável

Os planos de transição são cruciais para entidades que pretendem reduzir as emissões e gerir os riscos climáticos. O novo regime de divulgação climática da Austrália incluirá requisitos de divulgação do plano de transição a partir de janeiro de 2025. O Tesouro publicará orientações de melhores práticas para essas divulgações até o final de 2025.

Melhorar a supervisão e aplicação do mercado

O foco da ASIC na lavagem verde e na má conduta relacionada com finanças sustentáveis ​​visa manter a integridade do mercado. “Uma supervisão e aplicação reforçadas apoiarão a transparência e reduzirão os danos do branqueamento verde,”afirmou Chalmers. A ASIC continuará as ações direcionadas de vigilância e fiscalização até 2024-25.

Artigo relacionado: ERM adquire Energetics para fortalecer serviços de risco climático e transição energética na Austrália

Ao trabalhar em estreita colaboração com as partes interessadas, o Governo albanês pretende construir estruturas de mercado que apoiem uma economia sustentável, próspera e inclusiva. “Estamos confiantes de que estas reformas ajudarão a criar uma economia sustentável que beneficie os investidores, as comunidades e o nosso povo,”concluiu Chalmers.

Leia o relatório completo SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA

Artigos Relacionados